Morrer De Amor

O que nos faz viver é o que nos mata.

O oxigênio, que é o nosso principal combustível, nos oxida, nos enferruja, nos mata.

Mas não vivemos pra respirar, vivemos pra amar e amamos pra viver, ou seja, a cada delicioso e longo suspiro de amor, ficamos um pouquinho mais enferrujados. Daí o morrer de amor.

– 15

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s